Crasy Júlio Iglecias- Youtub ( Aperte que toca).

Loading...

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Palco da vida.






Sonhamos um dia não ser criança
Criança tem que obedecer;
Vem à pré-adolescência
Já não podemos brincar tão à vontade
Precisamos então estudar
Sonhamos com o primeiro baile
O primeiro namorado (a) o primeiro carro
A vida segue e eu sonho fazer vestibular
Escolha de carreira muito estudo e adrenalina
No coração só tem amor
Formo-me, cresci vou trabalhar.
Vem à vontade de casar, ter casa, ter filhos.
Olhamos em volta sempre... alguém melhor e outro pior do que nós.
Mas em meu universo sou único.
Quero ganhar.
Caso, tenho filhos, trabalho, casa, família, responsabilidades.
Contas a pagar
E tudo recomeça outra vez.
Olho meu filho brincando... E o filme repassa
Um belo dia o tempo passa e o grande momento chega...
O filho casa tem filhos...
E tudo recomeça outra vez...
Hoje estava distraída me peguei pensando...
Nos intervalos o que fiz?
Passeei, vivi, brinquei quando adulta?
Fiz do trabalho lazer?
Tive nele prazer?
Curti os filhos que DEUS me deu?
Tomei banho de cachoeira?
Nadei como queria?
Andei pelas ruas sem destino...
Tomei banho de chuva...
Soube sorrir?
Fiz o dever com prazer?
Brinquei com meus filhos e netos?
Fiz pescaria, fui a parques?
Dancei?
Soube ganhar dinheiro com alegria?
Ajudei minha família?
Dei amor?
Curti meu marido como se fosse simples namorada?
Andamos de mãos dadas?
Conseguimos dar boas risadas?
Fiz da vida o que?
Vai entrar um novo ano, hora de reciclar, tente se apaixonar.
Pela vida, por você!
Procure ser feliz, não faça tempestade em copo d’água.
O mais... é consequência.
Bia.