Crasy Júlio Iglecias- Youtub ( Aperte que toca).

Loading...

domingo, 7 de junho de 2015

Julio Iglesias - Crazy (TRADUÇÃO)

Poetandoapenas-bia

quinta-feira, 5 de março de 2015

Poetandoapenas-bia.blogspot.com

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Sinal de Deus.





Nos caminhos mais sinuosos eu te encontrei
Chegastes a mim, envolto de filha, netos, genro.
Envolvestes meus amores para me auxiliar.
A amiga que surge, o telefone que toca.
O convite inesperado para trabalhar ao seu lado
Obrigada Pai Maior por jamais me faltar
Quando converso contigo e respondes
É aquele sinal ao longe que faz a cada dia eu não parar.
E quando a saúde falha um anjo vem para cuidar
Senhor obrigada por mais este dia
Distraída não vi você chegar!
Se conosco Senhor, e me faz melhor.
Tenho irmãos para auxiliar, em lugares diversos.
Estão a nos aguardar.
Nos Asilos, penitenciárias, ruas, casas de passagens.
Olhai pelos filhos teus que estão em duras provações
Nos sanatórios, hospitais em lares desfeitos.
Nas ruas no vicio, envia teus anjos para orientar.
Enfim Pai de Luz eu nada tinha a pedir,
Mas como filha pedinte roga a ti Pai amado jamais penses que te esqueci.
E mesmo que eu não perceba os teus sinais, mostre-os estou aqui!
Que assim seja!



Eu sonhei.





Com um mundo cheio de paz.
Com você a me abraçar
Com amor sem fronteiras
Com a simplicidade dos anjos

Eu sonhei

Com um mundo bem mais bonito
Com coração batendo descompassado
Eu e você ao meu lado
Uma só alma em comunhão

Eu sonhei

Eu e você amor vivíamos a sorrir
Apenas o amor a nos colorir
Olhei a volta e não te senti
Mas foi só um sonho não estas aqui

Eu sonhei.

Meu País .






Eu amo o Brasil.
É cheio de cor e alegrias
De rios de mares estradas
Cheio de gente animada
Aqui eu sou feliz!
Um País cheio de graça
Hospitaleiro e imenso
Cheio de tradição
Mora no meu coração
Que tem a cor da bandeira
E o som do hino do Brasil.
Tem um clima tropical
Tem sotaques em cada estado
E assim eu percorro encantado
O País onde Nasci.

O amor foi embora .






Porque o amor foi embora!


Hoje o dia não raiou
O sol se escondeu
O céu nublou
O tempo parou

Porque você foi embora

As flores secaram
A cidade esta deserta
As janelas das casas não se abriram
E até o céu chorou

Porque você partiu

A lua vai se esconder
As estrelas não irão aparecer
Os pássaros não irão mais cantar
O lago irá secar

Porque o amor não mais vai voltar!

Prece de rogativa ao Pai .




Prece

Ajoelho e baixo a cabeça em prece;
Louvando ao Pai Maior escute os filhos teus;
Hoje Senhor é dia de agradecer;
Pela vida, o alimento o trabalho que me deu o sustento.
Perdoa Senhor os erros meus.
Antes de pedir a ti Pai Maior, perdoo aos que a mim de alguma forma humilharam.
Pedindo que perdoes aos que com ou sem intenção machuquei.
Senhor antes de pedir rogo pelos irmãos que sequer sabem orar.
Pelos que tem fome, frio.
Pelos vagam nas ruas sem teto e sem destino.
Pelos que não aprenderam a orar, a trabalhar.
Senhor rogo por meus irmãos que se encontram em perigo
Pelos que cometem as maiores violências contra si mesmos e contra o outrem
Que seja nesta hora socorrida por uma palavra amiga um abrigo;
Que chegue até eles a súplica da salvação.
Pelos que estão nas penitenciárias, abrigos, casa de passagem;
Pelos que vagam ao relento sem nenhum alento;
Ajuda-nos Pai;
E quando ajudar-nos ajuda também a lembrar de agradecer...
A roupa lavada, a família, o calor do teto, o alimento a lição.
Proteja todos os filhos para amparem os pais.
Daí-me a saúde sempre se eu merecer me saiba Senhor teu evangelho entender;
Faz-me melhor; Amém!
Eu tua filha,

Beatriz.

Tributo aos pais.





E ao nascer o grito de vida
Surge ali a palmada
Que me mostra sou alma em separada
E me acolhe a mãe e o pai presente

Refúgio de minha alma acalorada
A mãe bendita que me carregou ao ventre
Por nove meses antes da chegada
No teu calor a vida se formava

Pai querido meio sorridente
A lágrima escorre ao ver a filha tão esperada
E o mundo se desvenda em minha frente

É apenas o começo de uma caminhada
Bendigo aos pais que nos dão a vida
Amparam-nos e amam na jornada.

Será que pode?






A lei do retorno!

Você pode...

Você pode julgar seja quem for
Você pode desamparar o irmão
Você pode desprezar os seus iguais
Você pode pregar o desamor

Mas... O que você não pode

É deixar de ser julgado
É chorar o desamparo
É não sentir o resultado
É pensar que não magoou

Você não pode reclamar do que plantou!

Prece do silêncio.







Bendito seja o silêncio
A calma d’alma
Nele encontro pensamentos
Bendito silêncio evitas desavenças
Tertúlias inúteis
De ti retiro o bom senso
No silêncio sinto
Meus caminhos traço
Meu mundo em ti se refaz
No silêncio eu me encontro
Harmonia que dirige meus passos
No mesmo silêncio eu oro
Com DEUS converso
Agradeço...
Peço...
Imploro
Choro
Lamenta
Momento que acalma
Sou Eu comigo agora
Encontro-me e te encontro em mim
Aquietas-te e ora em paz!

Tempo...






O sol raiou
A cidade acordou
O vento soprou mais forte
Você já se foi.

Olhei a vidraça ainda molhada
Embaçada que a noite deixou
Em minhas vestes o perfume suave
Nos aposentos tudo revirado

Preciso sair daqui
Tomo um banho demorado
O café caprichado
Arrumo-me e me vou.

Pelas ruas cheias eu ando
Em cada esquina eu paro
Sem rumo seguindo a procura
Do sonho que você deixou!

Saudades de mim!





Hoje o dia amanheceu em festa
Pelos caminhos florescidos andei
Corri/ Sorri/Abracei-te
Em seus braços/Abraços/ Perdi-me
Em seus lábios senti o mundo mais bonito
O sonho sonhou
Meu mundo é de flores
Meu coração se abriu
O sol nos aqueceu
Nos campos andamos
Olhando os céus nos amamos
É noite e nem vi.
Vida em versos é poesia.
Tão simples e bela
Apenas eu pensando nela
E o mundo todo a sorrir
O tempo foi passando e eu ali relembrando
Palavras que não proferi
De amor e de carinho
Queria falar baixinho, mas não estavas aqui.
O amor cantar em meus versos
Com paixão só pra ti
Por isto sou poeta
Vejo a vida tão bonita
Toda enfeitada de fitas
Coloridas só pra ti
E quando eu canto a paisagem
É á Deus que estou louvando
Canto o mundo a natureza
Canto em verso a beleza
Canto a alma desnuda
Os caminhos coloridos
Os amores escondidos
Meus versos são pra ti.
Saudade de mim
Saudade da juventude
Que não vive mais em mim
Saudade das brincadeiras da infância
Da adolescência que se foi
Saudades dos se foram
É uma saudade alegre que me faça sorrir.
Saudade de casa cheia
De abraços e brincadeiras
Da família que eu sempre vou amar
Dos campos que eternamente irei lembrar
Dos rios a me banhar
Há que saudade
Das noites de lua cheia clareando a casa inteira
Do lampião a iluminar o caminho
Dos meus pais a conversar
Do mano tão amado sempre com piadas a contar
Saudade dos bolinhos de chuva
Dos quitutes da fazenda
Dos campos cheio de gado a pastar
E a lembrança me transporta
A uma vida gostosa de lembrar
A serenata na janela violão e cavaquinho
As vozes me fazem voltar.
Hoje eu senti saudades de mim!

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Sinto a presença de Deus! (Todos os direitos reservados).




Em Prece!




Entardecia lá fora.

Eu tinha o grande privilégio

De ser o personagem de um quadro

Emoldurado por DEUS.





Sou um personagem livre

Coração quente como o sol

Tenho a sabedoria da lua.

Trago comigo um coração vivido... Sofrido



Mas... Também feliz e repleto de amor.

Sinto-me enternecida

Transbordo sentimentos



Lindos são os sentimentos...

Em mim não cabem mais.

Amor é divisão... Perdão e união.



Doce sabedoria da vida

Que a mim deu sempre guarida

Ensinando-me a bela arte AMAR!



Bia Castellano









Escolhas ( todos os direitos reservados).















Eu hoje acordei pensando...

Outro abraço recebeu

Outros sorrisos eu dei sem você...

Outros passeios eu fiz.



Outro amor sonhou

Outro rumo tomou

Outra vida escolheu



Você deixou passar

Eu outras estradas peguei

Outro sonho sonhou



Eu hoje acordei pensando

Eu sequer percebi

Você partiu faz muito

Sequer vi...



Bia Castellano








Saudades... Muitas saudades..










Saudades...



Hoje a lágrima cai...

Eu não vou secar...

Hoje eu oro

Hoje eu não saio

Hoje é dia de reflexão

Dia de muita saudade

Apenas isto saudades de ti!

Hoje eu recordei dos momentos de puro sentimento

Da cumplicidade e amizade que tanto nos uniu

Parceiro e amigo fiel

Lembro com saudades das confidências

Segredos trocados e compartilhados

Lembro com carinho de nossas conversas que a noite atravessava

Nenhum de nós se cansava a sincronia estava ali

Hoje tem 05 anos retornastes a pátria Mãe

Saudades eternas de ti...

Até um dia Maninho viverás pra sempre em mim...





Tua Mana Beatriz.

segunda-feira, 31 de março de 2014

Simplesmente...ADEUS!






Adeus!
Eu hoje acordei toquei ao meu lado na cama
Não te encontrei...
Levantei.
Lavei o rosto com água corrente
Voltei ao quarto e vi que seu lado estava arrumado
Você não veio...
Olhei os outros cômodos e nada...
Arrumei a mesa para o café bebi com fome e sai.
Andei pelas ruas sem destino
Parei no banco da praça sentei...
Passou um filme na minha cabeça
Nosso primeiro encontro
Os sonhos, os desencontros, os encontros.
Nosso casamento, as crianças crescendo
O barulho das conversas que sempre amei...
Você já foi embora tem muito tempo
Apenas hoje não veio pra casa
Não estou sofrendo
Apenas estou notando
Que o casamento se foi com as crianças
Eu é que em casa fiquei.
Sequer lamento...
Acostumei!
Bia Castellano

Querer apenas....( Todos os direitos reservados). 6 de Janeiro de 2014 às 23:30







De tanto querer
Sei que me queres...
Eu te quero muito mais...
Sem você fico sem Norte, perco o rumo e a sorte
Sem você EU não me encontro
Vejo-te em todo o lugar
Juro ...
Amor não é sonhar
É simplesmente aquela vontade de te encontrar
Marcamos...
Andei...
Pelas estradas da vida te procurei
Em meu desespero meu querido
Andei descalça
Na chuva no frio
Até que parei em um bosque lindo florido
Vi um anjo e uma forte luz
Então ajoelhei e orei
Pedindo ao anjo que te encontre
Que as fadas levem-me até você
Adormeço...
Sonho...
Oro...
Choro...
Seus olhos encantados fitam os meus marejados
Momento infinito de eterno de puro AMOR
Sua energia me transpassou
É vida querido é emoção
AMOR vives em meu coração
Por isto perdi a razão...
Fiquei vivendo em você...

BiaCastellano

O amor unilateral...(todos os direitos reservados). 23 de Janeiro de 2014 às 21:49







O amor unilateral...

Você sabe amor...

Eu hoje acordei tão cansada...
Abri o livro da vida e só ai notou...
O dia em que você sequer me olhou...
Virei à folha e fui lendo...
As palavras que nunca escutei.
O carinho e o afeto que só eu dei.
O amor que declarei e só eu pratiquei.
As noites em claro que a você dediquei
As comidinhas que mesmo sem gostar de fazer completei...
As musicas que apenas eu cantei.
Os sonhos que só eu sonhei.
O abraço apertado que só eu dei
O beijo que não chegou
A preocupação em saber de seus amigos da sua vida dos seus sonhos...
Fui virando as folhas...
As festas que nunca fui com você.
Os passeios que não fiz...
A conversa cortada daquele que nada tem a dizer.
Só hoje constatei...
Vivi a história sozinha
Você sequer viu que eu te amei!
Fechei o livro...
Cansei!

Bia Castellano

Será que você chega? ( Todos os direitos reservados) 11 de Fevereiro de 2014 às 22:03










A chuva fina caiu...

Olho a vidraça a chuva insistente e fina cai sem parar
Meu pensamento corre no tempo como a lhe acompanhar
Lembro da chuva caindo e eu através do vidro a te esperar
O tempo passando... As horas correndo... até a chuva parar.
Dormi vestida, pois neste dia eu deixaria esta casa pra te acompanhar.
Passaram dias...Meses..
E eu ainda fico aqui neste lugar...
Lembro de nossos planos ao escolher com carinho o nosso cantinho
Um jardim florido o lago na frente o correr das árvores a nos encantar
Foram meses de muitas alegrias, sorrisos amor e fantasias
Até que você me falou hoje amor comprei a casa
Vamos começar a decorar.
O tempo passou feliz
O jardim ficou lindo
Os móveis chegaram seus estudos terminaram
Tudo planejado com carinho e amor trabalhado
Mas o principal faltou...
Neste dia não saberei por que você não chegou...
Estou aqui à espera que a chuva caísse novamente e quem sabe
Veja-te através da vidraça a sorrir pra mim e me amar!
Quem sabe amor você vai chegar?


Bia Castellano

Bem vindo outono. ( Todos os direitos reservados). 21 de Março de 2014 às 14:32








Prece de outono...

E as folhas caídas te dão as boas vindas.
Clima ameno de uma beleza que te faz suave.
Agradável ao ser humano que se torna calmo
Despertas alegrias e a poesia que vem com você...
O vento que me toca é uma carícia
Bendito outono em versos te saúdo
Despindo as árvores enfeitando o chão
Que as folhas caídas tragam boas novas
Meu caminhar é firme e alegre
Meu dia fica lindo com sua chegada
Bem vindo outono me faz mais feliz!

Bia Castellano

Quem dera amor... II- ( Todos os direitos reservados). 6 de janeiro de 2014 às 22:02




Quem dera amor... II

Quem dera amor... neste jardim em flor te encontrar
Quem dera amor... Por entre o perfume e cores poder te tocar
Quem dera amor... Ao correr por caminhos ao seu lado ficar
Quem dera amor... Sentir seu perfume

Quem dera
Quem dera amor... Sentir sua mão na minha agarrar
Quem dera amor... Deitar no verde da grama....fazer ali nosso leito
Quem dera amor... Dormir em seu peito no silêncio de te amar
Quem dera amor... Jamais de ti me afastar.

Quem dera
Quem dera amor... Teus lábios beijar com doçura poder sentir seu toque
Quem dera amor... Sussurrar apenas como brisa a passar
Quem dera amor... Que este sonho fosse realidade
Quem dera amor... A felicidade venha de muda pra cá.

Quem dera...

BiaCastellano

Mudando apenas... (Todos os direitos reservados). 23 de janeiro de 2014 às 22:34





Mudando.....


Grandes ventos sopram/Para as mudanças se façam/
Não faça perguntas/Mudanças fazem parte de nosso crescimento/
Social intelectual /Feliz do homem que sabe mudar/
Minha vida como a de muitos foi sempre repleta delas/
Mudei de cidade/De estado de escola/Mudei de rumo /
Mudei de status/Mudei culturalmente/Radicalmente/
Mudei de amigos poucos conservei/Mudei o rumo da vida/
Novo caminho trilhou/Mudei valores/Hoje não tenho temores/
Sei a mudança é crescimento/Temos que nos adaptar ao momento/
Aquilo que a vida nos trás/Feliz de quem muda evolui procura/
Muda de trabalho/De profissão/De rumo/
Não se acomoda com o que simplesmente surge/
Procura crescer a cada dia que passa estuda trabalha/
Erra acerta se atrapalha/Insiste e segue sem parar/
Divide tudo com muitas amizades/Feliz quem deixa saudades/
Por onde passa/Este é grande ciclo da vida/Muda amigo/
Mas só se for para melhor!


BiaCastellano

De repente...( Todos os direitos reservados). 21 de fevereiro de 2014 às 22:26





De repente...

O tempo passou assim
De repente.
Um ano, dois, décadas...
De repente.

Relembrei do que há muito passou
Assim de repente...
Seu perfume entre tantos sentiu
De repente.

Seu olhar tocou meu corpo inteiro senti
De repente
Você e eu nos tocamos

De repente o tempo voltou
Seu lábio macio no meu tocou assim
De repente nossas mãos se entrelaçaram

De repente
Seguimos andando assim
O tempo parou você me abraçou em mim se enroscou
O silêncio se fez presente

De repente
O amor falou mais alto
O coração bateu contente
Só porque nos amamos...

Assim de repente!

Bia Castellano

domingo, 2 de março de 2014

TROFÉU TOP EMPRESARIAL INTERNACIONAL 2013 (+playlist)

Poetandoapenas-bia

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

POEMA NARRADO "AMAR" BIA CASTELLANO

Poetandoapenas-bia

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Natal todo dia- Roupa nova - Edição Lorena Lisboa

Poetandoapenas-bia

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

BIA CASTELLANO "SAUDADE APENAS" NARRAÇÃO (PIANO) ESTÉREO


Poema SAUDADE APENAS- NARRAÇÃO TONY BARCELOS.



Poetandoapenas-bia

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Poetandoapenas-bia


Todos estes poemas tem DIREITOS AUTORAIS DE BEATRIZ CASTELLANO DE ALMEIDA.
Você não pode reproduzir nada que aqui se encontra.. Página protegida por Direitos Autorais. Se copiar coloque os devidos créditos. Registro efetuado em Luso Poemas. As fotos que aqui se encontram foram tiradas de vários lugares do facebook sem autoria, se souber coloque os créditos.As musicas são do YouTube.
Seja muito bem vindo, Bia Castellano siga o Blog.

Volte sempre.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

EU E O VENTO!




VENTO!

Ele sopra
Passa por nós
É forte, feroz, bravo e calmo.
Será que ele não cansa?
Muitos gostam dele
Sopra várias vezes em vão
Tenta talvez tirar você de meu coração
Seu sopro rompe o silêncio da rua deserta
Porque este vento sopra?
Ele rompe o silêncio
Respiro fundo
E a natureza é frágil como EU
Meu coração escuta o vento em prece
Olho para o alto e sinto o vento
Ele me toca, acaricia
Eu apresso o passo
Ando ligeiro
Caminho o dia dia inteiro
Tentando afastar você de mim
O que não me dei conta
É que não consigo te esquecer
Estas dentro de mim!

Bia Castellano

POEMA PARA GUILHERME!






POEMA PARA MEU AMIGO...IRMÃO...

Eu olhei pra você sua lágrima correu
Aquilo me entristeceu
Não quero ver você triste assim.
Vou pegar a sua mão
Vamos andar devagar
Tira o sapato, olha o mar...
Deixa a água te tocar
 Deixa a onda te lavar ...
És terno, doce, calmo, sereno
Quando seu sorriso brota
 Enfeita tudo a volta
Assim eu fico feliz!
 Olha o sol batendo em tudo
Aquecendo o coração
Ele não raiou em vão
Quando toquei sua mão
Ele sorriu para nós!
Agora as lágrimas escorrem, como uma carícia louca por seu rosto...
 Partem sem rumo,
Vejo você mais e mais calmo.
E quando o amor chegar novamente
Você vai ficar contente
 Ninguém rouba um coração!
Este poema é dedicado ao meu querido amigo, Guilherme.


 Bia Castellano



Vida




A Vida é sentimento.
Esta cheia deles, bons e não tão bons.
Poder-se-ia dizer que a vida não é apenas sentimento,
Momento
Amor!
Ela é compreensão...
Passamos a vida compreendendo ou procurando compreender algo.
Dentro de todos nós a grande indagação?
A tal felicidade!
 Existe?
A felicidade é como a iluminação;
Por menor que seja a claridade ela se expande...de estica...espreguiça;
 Sentimos, ouvimos, palpamos, cheiramos...olhamos....
Amamos....isto não se explica, o amor apenas é!
Aquele que amamos é maior, melhor, mais belo...mais e mais...
Porque o que sinto é singular...
Especial...melhor.
Sinto seu cheiro, ouço seu riso...vejo sua boca, seu corpo eu abraço....
Me perco em você...com você ...
Te sinto, te quero...preciso...
Recebo seu abraço e passo...esqueço...enlouqueço...
 Você passa a ser meu endereço, minha alma, meu grande recomeço....
E enquanto nos entregamos, nos amamos...nos misturamos ;
Eu sou sua...você é meu!


 Bia Castellano


Ser MULHER!





Mulher

A beleza de ser mulher!
 A mulher assume, o homem esconde.
A mulher ama, o homem se apaixona.
A mulher se doa, o homem se resguarda.
A mulher fala, o homem cala.
A mulher acredita, o homem enrola.
A mulher assume o relacionamento, o homem desvia-se dela em pensamentos.
A mulher é monogâmica, por natureza; o homem raramente, com certeza....
A mulher procria e cria.
O homem apenas aprecia.
A mulher consegue viver só, o homem só vira solitário.
A mulher acaba o relacionamento, depois que o homem já acabou com ele!
A mulher é fiel a si mesma, e mesmo que a lágrima escorra, ela sempre arcará com sua escolha!

 Bia Castellano


O verdadeiro AMOR!






AMOR!


É aquele com quem choramos e sorrimos, é aquele com que dividimos, ternura, amor e dor.
O silêncio fala mais forte do que as palavras...pensadas e estudadas.
Quando eu amo...como ele se importante em meu caminho, perco o rumo e fico sem ninho se você me abandonar.
Meu mundo fica mais forte, mas sem ele eu perco o norte e não sei o que fazer!
O grande amor é o que preenche, deixando a gente contente o mundo cheio de cor.
Por você meu amor, eu fico bem mais bonita...o sorriso que me agita, o olho com brilho e cor.
Hoje acordei feliz com o coração palpitando pois sei te encontrando vou ser apenas...
Amor.

Bia Castellano



Amor sem fim...




.
Amor.
Sem medos
Sem nenhum receio
Chega por inteiro
Vem sem avisar
Jamais lhe bata a porta
Ele pode não voltar..
Quando chegar
Você já estará pronta
Seu coração vai lhe avisar
Você fica mais bonita
Seu sorriso se agita
Seu corpo vai esquentar
Se bater olho no olho
Não sabendo desgrudar
Se seu corpo tremer quando o avistar
Se você os pensamentos não consegue coordenar...
O amor chegou
 Abra a porta
Deixe entrar.

BIA CASTELLANO



Amor sem limites!






Amor

Vejo o azul do céu em cada pedacinho seu!
Por mais que eu ande, te distancias de mim.
Te sinto cada vez mais distante....
Piso na areia, o mar me toca
Avanço um pouco mais, a água toca em mim..
O vento sopra
 Acaricia meu corpo, envolve meus cabelos, toma meu ser.
Hora com fúria desordenada, ora calmo como a onda branda...
Nada disso é sonho: tudo é real...
Vejo o céu dono de uma extraordinária e incomum beleza.
Bafejam mansos,bravos e ferozes ventos;
 Surge a luz do sol, possuidora da cor e doçura do mel;
 O ar é fino e frio.
 A natureza é a platéia dos meus sentimentos...
 E eu sinto saudades....saudades de você, saudades de mim...
Olho em volta...
Ando ligeiro, sinto em mim seu cheiro,
Meu coração dispara
Escuto tua voz presente, tua voz ausente, tua voz serenizada....
E te aproximas de mim.
Agora eu te vejo, me envolves em teus braços e eu te beijo, desejo...
Me beijas, desejas, estas finalmente em mim!

Bia Castellano


CAMINHOS... .









CAMINHOS...
.
Todos os caminhos....
O percurso é extenso e todos os caminhos me levam a você.
É solidão em mim..
Minha solidão nada mais é que tua presença ausente.
Sinto em cada pedacinho de minha saudade o teu ser.
E essa saudade toma conta de mim....
Meu sonho me leva até onde tu estás.
Teu sorriso, tuas palavras, tudo é vivo em meu ser.
Teu rosto suave,e teus olhos fitam os meus!
Ouço tua voz...
Tu em meu sonho és uma realidade ausente...
És meu mundo...
O meu mundo é terno.
Percorro uma existência na solidão de tua presença ausente....
A saudade de teu riso contagia o meu.
Tu amor és meu...
Eu sou inteiramente tua!

Bia Castellano


Despedida...








Despedida....apenas.
Ainda não parti, sinto saudades....
Saudades do que não vi;
Saudades do não fiz;
Saudades do que vivi;
Saudades de ti....
Danada saudade...
E nada consome esta saudade...
Saudade da infância;
Saudade da escola;
Saudade das brincadeiras....
É que o tempo foi passando...
Eu acabei me apegando a este chão em que vivi...
Encontrei aqui amigos, alguns apenas conhecidos;
Gente com quem reparti...
Reparti a esperança, ou apenas a lembrança de dias em que vivi aqui!
Quando eu estiver distante, vou seguir firme e adiante sem olhar o que perdi....
De você levo a lembrança, seu carinho, sua doçura;
Levo sua alma muito pura, me acolhendo por aqui....
E feliz eu sigo em frente ;
Na mala levo saudade...
No coração amor, aquele que você deixou...
Fica pra trás a cidade, eu cavalgo de verdade, esquecendo que você ficou.
O tempo cura da mente, deixa a guria contente olhando pra um outro amor.
E ao longe eu recomeço..
A distância é o que te peço, não quero mais sentir dor.
Preciso ficar contente, pra seguir outra vez em frente
Preciso esquecer você!

Bia Castellano




Oração de um irmão desabrigado.





Senhor.
Faça com que eu suporte....
O frio, a fome, a falta do alimento.
Faça com que eu suporte....
O irmão que passa ligeiro e não me olha.
 Faça com que eu suporte....
O frio do inverno rigoroso que chegou
Faça com que eu suporte...
A falta do teto, da cama quentinha, do banho quente
Faça com que eu suporte....
O egoismo dos homens, a família perdida
Faça com que eu suporte....
O deboche e a maldade humana
Faça com que eu suporte...
A falta dos amigos, do trabalho
Faça com que eu suporte....
Mas me faça forte para que a sorte venha ao meu favor.
 Recupere eu o amor próprio
A coragem
A persistência
A saúde e o trabalho voltem
A cama e teto
O amor e afeto
Sou teu filho senhor
Nasci de uma mãe e um pai que na vida se perdeu
E mesmo com toda a carência
Me faz homem, cidadão.
Mais este inverno, sem morrer de fome e frio
Neste inverno possa eu senhor reviver EM MIM!

Bia Castellano

Mãe (in memoriun)




Mãe

MÃE, minha gratidão e amor eterno, por ter tido a graça de conviver tão intimamente com uma mulher tão bela, tão simples e tão refinada.
De uma dedicação inigualável aos seus.
A figura feminina marcante de esposa, mãe, filha, mulher pública, dona de casa, profissional competente. Hoje és nome de praça minha mãe, onde crianças brincam e sorriem , correndo e felizes , grande homenagem a uma mulher que não passou pela vida viveu!
Tua filha.

 " Praça Isa Prates Castellano de Almeida",
Chapéu de sol.
(Meu agradecimento ao Vereador Reginaldo Pujol.)

FOI ASSIM QUE SONHEI COM VOCÊ... ..





SONHEI COM VOCÊ... ..


Alguém de sentimentos nobres!
Assemelhava-se a um céu estrelado...
Repleto e luminoso
Era alguém que transmitia e sabia dar felicidade
Sua facilidade de expressão, como ele era singular...
Em si o espelho da ternura
Em seus lábios as palavras puras...
Em seus gestos o toque de carinho
Em seu abraço
 Enlaço
Meu espaço
Meu abrigo
Meu calor....
Em meu colo, coloquei sua cabeça...
Em suas mãos as minhas mãos....
Em nosso carinho aos pouquinhos....
Nos enlaçamos e trocamos não apenas juras....mas muito...
AMOR!
 Foi sonho....um lindo sonho de AMOR!

 Bia Castellano

O Castelo!





Meu castelo...


Construí um castelo pra gente morar.....
Fiz pra nós um castelo
Fica no coração
Enfeitei nosso jardim....
Com juras, e puro amor.
Reguei as flores com beijos
As plantas com desejo
O pomar cresceu em pencas....
Colhi frutos de amor!
Deixei tudo arrumadinho
Pra quando resolvermos morar
Coloquei mudas flores por onde você passar.
Gostaria de ir hoje pra lá....
 Mas tenho que te esperar
Se eu mudar só....
Tudo aquilo vai murchar!
Tudo o fiz é pra dois você tem que se arrumar.

Bia Castellano

Dia dos namorados...





Dia dos namorados...

Um dia como todos os outros!
Dia dos namorados. o que todo o homem precisa saber!
Para mim todos os dias é dia dos namorados;
Trate sua musa com cuidado, todos os dias.
Lembre de lhe dar bom dia com carinho, um abraço apertado, um beijinho com cuidado, como a relação requer.
Não deixe de lembrar a data, embora seja apenas comercial, pois o ideal, é namorar todos os dias.
Faca-lhe carinho, não esquecendo as palavras, devem ser pronunciadas com muito cuidado e amor.
Olhe pra ela de forma diferente, para que se sinta contente, e possa lhe dar amor.
Seja sempre delicado, o homem tem que ser educado, carinhoso, acolhedor.
Tudo o que a MUSA quer é ser única em seu caminho, receber o seu carinho, ser sua de mais ninguém.
Se a conquistastes, tu sabes, o que a mulher de ti espera, e se a desejas espera, com carinho com amor. Nunca deixes a sua MUSA sem amparo, ficando sempre claro , que é ela o seu amor.
Mulher não gosta de homem inseguro, desaforado e duro, isto não tem valor.
Toda mulher que é amada, quer se sentir desejada, amparada por você!
Não precisa falar muito, mas tens que estar presente, se não a amada sente, e evapora o amor.
Planta linda e delicada, tem que ser sempre regada, por você muito amada, se queres receber amor!
Não misture as coisas, a mulher é delicada, se a tratares com dureza ,podes ter a certeza, vais perder o teu amor.
No calor do aconchego, não esqueças de ser assíduo, pois quem quer tudo agradar, sozinho vai ficar. Mulher tem que ser única e preferida, jamais ser preterida, tens que viver pra uma só!
Se tudo isto consegues, olha o céu e agradeces, és o homem que toda mulher sonhou!
Feliz dia dos namorados...aos amantes, aos casados, aos seres que com cuidado querem viver o AMOR!


Bia Castellano


Pessoas, apenas. pessoas!





Pessoas, pessoas!


Gente inteligente;
Gente diferente;
Gente que finge ser gente;
Gente gosta de gente;
Gente que gosta mais de bicho,que gente;
Gente se faz de diferente;
Gente que sofre;
Gente que enrola;
Gente que atrapalha;
Gente que se atrapalha;
 Gente que enfrenta ;
Gente que foge;
Gente ama;
Gente que sabe amar;
Gente com medo de gente;
Gente que é contente;
 Gente que magoa;
 Gente se doa;
Gente se entrega;
Gente que apenas da vida leva, sem marcas deixar.
Gente amiga, solidária, aquele nunca se atrapalha e sabe bem o que quer.
Gente que encara o mundo de frente, tem sempre um sorriso quente,uma palavra para dar!
Gente bonita por dentro, gente bonita por fora....
Gente que sabe viver!
Gente que marca a gente, é aquele que se doa e acolhe numa boa, tudo que a vida dá!
Gente que gosta de gente!
Seja forte, seja gente.

Bia Castellano

Ilusão...sem dor.




Amor.

Amor virtual, existe ou não?
Ilusão...sem dor.
Simples sonho...não tem toque, não existem defeitos
Apenas sonhos perfeitos
Pra quem na poesia ficou.....
Amor apenas....não se planeja, acontece!
Porque?
Porque você?
A indagação não para quando o coração dispara, apenas em ver você....
Olho sempre com carinho, fico louca de emoção....
Me levastes o coração e nem a chave lhe dei...
Agora ficou guardado, e o desejo com cuidado, sem limites, sem razão...
 Tomastes o meu pensar, fico sempre a imaginar, nosso ninho de paixão...
Entrastes devagarzinho...foi me tomando aos pouquinhos, sem ao menos eu notar.
O amor mexe com a gente, é uma loucura doente, gostosa que faz sonhar.
Passo o dia divagando, a noite só te esperando, se não te vejo enlouqueço...
Estou pagando alto preço, me transformei em AMOR.
Em seus versos eu me perco...
Em seu sorriso me faço, em seus braços eu esqueço de tudo que é real.
 Neste mundo virtual, ultrapassamos fronteiras...
Te procuro a noite inteira quero te amar mais e mais!
Hoje em compasso de espera, aqui ou ali tanto faz...
Quero te amar mais e mais...sentir que estas junto a mim!
O tempo vai se passando, e aqui eu fico esperando o dia de te encontrar.

Bia Castellano

Minha homenagem a Celso Afonso...Hoje Espírito.







Psicografia.....

MÃE


 "Teus braços foram meu amparo, teu seio meu alimento, teu coração meu sentimento, tua vida minha lição. Perdoa se hoje, talvez muito tarde, reconheça erro que que fugi ao dever de agradecer....
Pelas noites de vigília, pela refeição, pela roupa lavada, pela dor com que acompanhavas meus dias de deslizes, neste dia em que os filhos ingratos e os gratos te lembramos, recebe de minha parte, a certeza de que venho pedindo a DEUS,jamais se repita o triste episódio no qual depositei, em canto ínfimo da casa, um coração tão grandioso como o teu.
Lembro-me das respostas maldosas e dos desentendimentos por fugir a compreensão do teu amor.
Perdoa-me MÃE, e juntos peçamos á DEUS que nos permita a volta de nossos dias, para que eu possa responder-te o que o tempo me ensinou, que o teu amor e a tua falta me fizeram, acordar do triste pesadelo do desprezo a que te impus.
 Aceita-me como filho necessitado em todos os dias da tua vida."

 Recebido por psicografia no Lar Aurélio Agostinho. (Celso afonso/Jair Presente) Uberaba, M/G.



Psicografia.....

MÃE
 "Teus braços


ISA PRATES CASTELLANO DE ALMEIDA (IN MEMORIUM)








 Mãe...
Quero através de algumas palavras dizer o quanto fostes importante em meu caminho.
De você recebi a vida, o amor a dedicação, o carinho, a amizade e a cumplicidade das mães.
Recebi os ensinamentos em todos os meus momentos de tristezas ou alegrias.
Estavas sempre ao meu lado, me fazendo companhia.
Procurastes ser a maior, a melhor e fostes.
Sempre presente ao lado da gente abraçavas a família.
Contigo aprendi a me alimentar, andar, amar, sorrir.
Aprendi que com jeitinho e andando devagarzinho chegaria a um bom lugar.
Com você mãe querida, aprendi que a vida não é passeio é lição.
Carinhosa e dedicada, você por mim foi amada e vive dentro de mim.
Todo dia e muitas vezes, penso com carinho me pego rindo baixinho, lembrando alguma lição.
 Mulher forte e corajosa, eras simples e suntuosa linda como ninguém.
Minha maior homenagem minha mãe, por tudo que me passou, valores que ensinou, o exemplo que deixou de uma mãe que era só amor.
Até teu nome era simples, apenas "Isa", parece que para ensinar que mesmo sem se mostrar onde entravas eras vista.
Leal amiga e parceira, fostes minha companheira nas alegrias na dor.
De ti recebi tudo, de lembranças só o que é bom.
Mulher altiva, inteligente, discreta e fina como ninguém.
Obrigada mãe querida, comigo dividistes a vida, o amor a doação.
Sempre amiga e companheira, estudamos juntas, trabalhamos lado a lado, dividindo com cuidado a família que DEUS deu. Fostes fiel para todos, teu silêncio era uma prece , tua grande descrição. Na minha vida estas presente, na vida de muita gente, você é lição de amor.
Virastes nome de Praça, homenagem merecida, para uma mulher desprendida que sempre se doou.
 Meu agradecimento ao Vereador Reginaldo Pujol, que com seu projeto criou a Praça "ISA Castellano de Almeida" Chapéu de Sol Porto Alegre, RS.

Meu agradecimento e de toda minha família, Beatriz Castellano de Almeida.



MINHA CAMINHADA



CAMINHADA

Coisas da vida!
Tudo nela é importante
Todos os dias e os momentos são importantes
Os dias
As horas
As pessoas que por nós passam
 Pessoas que vão
Pessoas que ficam
Pessoas que lembramos
Mas fizeram parte da jornada
Eu sigo a caminhada
 Encontrando-me
Me perdendo e me achando
Caindo mas levantando
Ando firme
Firme eu sou!
Sigo sempre
Não olho nunca pra trás
Quem ficou na caminhada
Fez parte da jornada
Passou
Os que seguem comigo
 São eternos
Meus amigos
Meus amores
 Meu abrigo
É preciso continuar....
Antes de andar em frente eu descanso
 Contemplo e penso...
Olho pra cima vejo o céu Já se faz tarde
No coração eu carrego
 Aquilo que eu vivi
Na lembrança tua imagem
Teu abraço
Quando sinto o teu cansaço
Teu carinho
Tua coragem
Olho para o lado estas aqui!

Bia Castellano




ACRÓSTICO PARA UMA POETISA







 UMA POETISA


"Bela és tu
E ntre tantas te destacas
A o te encontrar meu coração dispara
T remendo um pouco chego até onde estas
R isonha sempre a mim te chegas
I mcapaz de qualquer gesto fico mudo
Z unindo o mundo em volta

C ontigo assim tão simplesmente
A gasalho meu coração em disparada
S orrindo eu vejo
T ão carente
E s tu minha mulher amada
L embro da primeira vez em que nos vimos
L ouco de paixão fiquei ardente
A lucinei no teu abraço quente
N ão consegui disfarçar
O coração ardente.

D epois disto tomei um outro rumo
 E não consigo mais ser eu mesmo

A cho que me encantastes
L oucamente
M inha vida virou pelo avesso
E nestes versos quero te dizer amada
I nocente eu quero a ti por namorada
D entro de mim fazer tua morada
A mor , paixão, és minha amada."

Seu amigo.







POEMA PARA OS MEUS AMIGOS






MEUS AMIGOS

Entrei dentro de mim mesma
Procurando me encontrar
Deixei o caminho livre
Precisava respirar
Fiz como quando criança
desfolhando a margarida
Mal me quer bem me quer....
Separando as dores
Olhei para frente
Pra trás
Olhei para os lados
Guardado o que foi bom...
Encontrei muito carinho
Tinha amor no meu caminho
Tinha amigos tão queridos
Separei dentro de mim
Afeto Benevolência
Caridade Perdão Paciência
Olhei para o lado e vi a saudade
Nela tem felicidade
Saudade só do que é bom
Tinha muito de verdade
Dentro do meu coração...
Encontrei a caridade
A maldade eu descartei
As ofensas coloquei no lixo
 As tristezas deixei de lado
O amores guardados com cuidado
Não pode deixar sem cuidar
Encontrei muita compaixão
Sabedoria de vida.. como tem!
Juntei com todo carinho tudo que o tempo me deu
Desde os primeiros passos...
Recebi e distribui abraços
 Muito colo recebi e dei
Muitos poemas ganhei e muitos doei
Quanta doação encontrei
Lagrimas... tinha um rio....
De alegrias de tristezas
Sentimentos de pureza
Sentimentos de dor
Sentimentos de perda
Sentimentos de todo tipo de amor.
Guardei o que era mais belo
Recordações
Fé Amor Lealdade Coragem Fidelidade Dignidade
Carinho
De cada um de vocês tem um pouquinho
Neste aprendizado que guardo em mim!
Agora vou deixar a porta aberta
Com os dizeres na entrada
Aqui só entra amigos e AMOR!


Bia Castellano




Cumplicidade e Amor













Cumplicidade e Amor

Hoje andamos tão distraídos em nossas próprias coisas, que esquecemos de reparar como estão nossos amores.....
Cumplicidade é apoio
Cumplicidade é perdão
Cumplicidade é quando sigo junto
Cumplicidade é amizade
Cumplicidade é doação
Cumplicidade amigo é amor sem restrição
Cumplicidade é sair em busca do outro
Cumplicidade é mesmo sem saber se verdade
Cumplicidade é desagravar seja quem for
Cumplicidade meu amigo
 Cumplicidade é o caminho
Cumplicidade é não deixar o outro sozinho
Cumplicidade é calar
Cumplicidade é também falar
Cumplicidade é entrega
Cumplicidade é estar junto mesmo longe é respeitar
Cumplicidade é ganhar o respeito do outro
 Cumplicidade é conquista
Cumplicidade é aprendizado
Cumplicidade é lição.
Cumplicidade para o bem
 Cumplicidade não machuca ninguém
Grande demonstração de amor!
Como todos os sentimentos saibam usá-la com ternura
Ajudando as criaturas
Cumplicidade é saber amar
Eu sei...
Cumplicidade é estar junto...
Pensar junto e querer junto...
Cumplicidade meu amigo... é AMOR

Bia Castellano