Crasy Júlio Iglecias- Youtub ( Aperte que toca).

Loading...

terça-feira, 16 de abril de 2013

Oração de um irmão desabrigado







Senhor.
 Faça com que eu suporte...
 O frio, a fome, a falta do alimento.
 Faça com que eu suporte...
 O irmão que passa ligeiro e não me olha.
 Faça com que eu suporte...
 O frio do inverno rigoroso que chegou
 Faça com que eu suporte...
 A falta do teto, da cama quentinha, do banho quente.
 Faça com que eu suporte...
 O egoísmo dos homens, a família perdida.
 Faça com que eu suporte...
 O deboche e a maldade humana
 Faça com que eu suporte...
 A falta dos amigos, do trabalho.
 Faça com que eu suporte...
 Mas me faça forte para que a sorte venha ao meu favor.
 Recupere-me o amor próprio
 A coragem
 A persistência
 A saúde e o trabalho voltem
 A cama e teto
 O amor e afeto
 Sou teu filho senhor
 Nasci de uma mãe e um pai que na vida se perdeu
 E mesmo com toda a carência
 Faz-me homem, cidadão.
 Mais um inverno, sem morrer de fome e frio.
 Mais neste inverno possa EU SENHOR reviver EM MIM!
AMÉM!

 Bia

Desconheço a autoria da foto.

Lagrimas de AMOR




 



Porque você foi embora
Fiquei triste sem entender
Tentei falar escrever
Não encontrei mais você
 Enviei o meu calor pra te aquecer
Meus beijos e meu carinho
Você saiu de mansinho
Nunca mais me procurou
 O céu ficou triste
Choveu
A lua se escondeu
O sol se apagou
Os pássaros não cantam mais
As flores murcharam
Os verdes morreram
Meu coração se fechou
 Sai por todo canto
Procurei você em todo lado
Pois meu coração a bater
Só escuta quando quem fala é você!

 Bia

esconheço a autoria da foto.

Sonhara.



 Sonhando...

Sonhara eu em acordar ao seu lado
Sonhara eu ter contigo o cuidado
Sonhara eu ter uma família para amar com você
Sonhara eu afagar seus cabelos
Sonhara eu beijar seus lábios
Sonhara eu lhe amar sem limites
Sonhara eu dividir com você meus dias
Sonhara eu me envolver em seus abraços
Sonhara eu com você realizar a caminhada
Mas descobri que apenas eu sonhara
Você meu amor jamais comigo sonhou...
Bia.


 Desconheço a autoria da imagem.

Ruas de minha vida!




A vida aos poucos abre ruelas, traça caminhos...
 Na caminhada procuro sempre estar presente
Acompanhando o simples andar de um dia, que de hora em hora se esvazia.
Voltando a anoitecer em mim...
 Despertei cedo na jornada, querendo ver raiar o dia em caminhada.
Vendo caminhos ensolarados, flores lindas plantadas, em todo o correr da estrada.
Colorindo a caminhada teu perfume esta aqui.
Ao meio dia parei, após segui...
Andando sempre sorridente, seguindo por entre bosques.
Vegetação no caminho vai cada vez mais leve meu andar
Perfumados sonhos estão aqui.
Estou de bem com a vida,
A tarde cai de mansinho, e o sol devagarzinho de despede de mim.
Vejo a frente à noite caindo aos poucos
A natureza que deita preguiçosa, e vai descendo a terra
Como um véu envolto em pontos luminosos
Um Véu negro que a todos acaricia.
Apuro o passo está quase chegando
Como em sonhos estas me esperando
Desde sempre meu despertar é em ti.
Corro ao teu encontro, me abraças.
Enlaça, nosso coração transpassa.
Tu passas a viver em mim.
Eu passo a viver em ti...
Olho a noite
Como se em passe de mágicas
Estrelas brilham nos céus Até a lua nos sorri.

Bia.


 Desconheço a autoria da imagem.

Se Eu pudesse, parte dois





Se eu pudesse atravessaria mares
Andaria a nado pelos rios da vida
Cantaria como os pássaros apenas para me escutares
Atravessaria montanhas para te encontrar
 Se eu pudesse
 Construiria um mundo encantado
Só com você ao meu lado
Cheio de plantas do AMOR.
 Se eu pudesse meu príncipe
Construiria um castelo de sonhos
 Enfeitaria com ternura
 Plantaria no jardim com perfumadas rosa de alegria
 Se eu pudesse
Adormeceria a seu lado
Anoiteceria em seu leito
 O Alimentaria de abraços e permaneceria em seus braços
 As cobertas seriam de carinho
De beijos o nosso dia
 A noite entoaria cânticos de puro AMOR
 Se eu pudesse!

 CP 62-Bia Castellano

 Desconheço a autoria da imagem.

De bem com a VIDA.

Estou de bem com a vida,

A tarde cai de mansinho, e o sol devagarzinho de despede de mim.
Vejo a frente à noite caindo aos poucos
A natureza que deita preguiçosa, e vai descendo a terra
 Como um véu envolto em pontos luminosos

Um Véu negro que a todos acaricia.
Apuro o passo está quase chegando
Como em sonhos estas me esperando
Desde sempre meu despertar é em ti.

Corro ao teu encontro, me abraças.
Enlaça, nosso coração transpassa.
Tu passas a viver em mim.
Eu passo a viver em ti...

Olho a noite
Como se em passe de mágicas
Estrelas brilham nos céus
Até a lua nos sorri.

Bia


 Desconheço a autoria da imagem.


domingo, 14 de abril de 2013

Julio Iglesias - Crazy (TRADUÇÃO)


Poetandoapenas-bia