Crasy Júlio Iglecias- Youtub ( Aperte que toca).

Loading...

sábado, 14 de janeiro de 2012

Recordo-me

Recordo-me que havia sonhado.


Retrocedendo a noite e encontro-me numa casa de chá que fica ao ar livre.
Olho em volta e só encontro dois lugares vazios.
Este é o lugar que já considerei alegre.
Agora sinto o vento balançando arvores, soprando forte, arrancando folhas, levantando a toalha colorida da mesinha em que costumava em outros tempos sentar.
Os pés que sustentam esta mesinha já estão cobertos de ferrugem, as cadeiras um pouco tortas, noto que o tempo também as marcou.
Depois de observar, puxo uma cadeira e sento.
Existe ainda uma flor vermelha em cada mesa, o rapaz que servia ainda é o mesmo,de tantos anos atrás. Hoje um senhor austero, seus cabelos cor de prata e em seu rosto noto a mesma marca de tudo o que nos cerca, a do tempo.
Lembro-me de alguns anos passados... senhorita, não vai levar a flor?
Esta rosa vermelha é gentileza da casa, notei que a senhorita não apanhou a flor de cima da mesa, queira aceitar.
Balbucio um obrigada.
 Jamais saberá o que significa para mim este “obrigada”.
 Vou embora, sem ao menos saber porque aqui voltei.
As folhas caem, a música some pouco a pouco...me afasto mais e mais...sinto uma paz infinita.
Acordo sorrindo, foi sonho ou vivi?

 CP 62 Bia Castellano

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Meu nome é MULHER!

Meu nome é MULHER!

 Eu era a Eva Criada para a felicidade de Adão
Mais tarde fui Maria
Dando à luz aquele
Que traria a salvação
 Mas isso não bastaria
Para eu encontrar perdão.
Passei a ser Amélia A mulher de verdade
Para a sociedade
Não tinha a menor vaidade
 Mas sonhava com a igualdade.
Muito tempo depois decidi: Não dá mais!
Quero minha dignidade
Tenho meus ideais!
Hoje não sou só esposa ou filha
Sou pai, mãe, arrimo de família
Sou caminhoneira, taxista,
Piloto de avião, policial feminina,
Operária em construção ..
Até presidente da nação,
Ao mundo peço licença
Para atuar onde quiser
Meu sobrenome é COMPETÊNCIA E meu nome é MULHER !!!

(O Autor é Desconhecido, se souber coloquie créditos)

Amor além da vida!



Hoje faz um pouco de frio, a tarde tem o encanto do ar puro.
O sol encabulado da beleza à tarde.
Um dia que seria comum, não fosse pela atmosfera quase irreal.
O crepúsculo é rosado e o seu encanto vem lentamente.
 Por longo tempo, observo este céu tão lindo...
 E assim...
 Fiquei triste, mas ele não via.
 Chorei e ele não viu.
 Sofri, mas ele não viu.
 Sorri e ele não viu.
 O mesmo lugar que em que junto amou e sonhou a mesma paisagem.
 Toco com as mãos lentamente em meus olhos para ver se acordo.
Quando os abro, uma chuva de fogos estoura em faíscas.
 Hoje faz alguns anos que estivemos aqui.
Olho para trás de mim e vejo uma grande parte da cidade.
As águas refletem faixas coloridas que se estendem por longos filetes neste manto Transparente, até onde meus olhos podem ver.
Desta vez você não veio, olho uma estrela nos céus e entendo...
Acordei...
É você!
Bia.

Amor eterno.

Voltei ao passado

Andei pelas ruas da saudade
Visitei a praça do coração
Sentei no banco da felicidade
Estavas feliz ao meu lado
Fazíamos juras de amor
Eu segredei a você
Que jamais te esqueceria ...
Você me abraçou forte
Era amor com alegria
Marcamos o nosso encontro
Foi testemunha o luar
As estrelas brilharam ao nos ver passar
De mãos dadas ficamos
Um beijo trocou
Foi prece de amor
Ali ainda nos encontramos
No ontem meu amor.

 Bia